Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA é selecionado pelo Programa de Pesquisadores da Embaixada da França
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA é selecionado pelo Programa de Pesquisadores da Embaixada da França

O Conif lançou o edital de seleção no final de 2015 e o IFMA teve a sua proposta de trabalho escolhida pela 2ª vez
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 22/01/2016 10h37
  • última modificação 22/01/2016 12h13

Dez instituições brasileiras foram selecionadas para receber mestrandos na área de Letras pelo Programa de Pesquisadores da Embaixada da França em 2016 e o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) foi um dos escolhidos. O edital foi lançado no final do ano passado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). A proposta é que os mestrandos atuem em projetos para o desenvolvimento do ensino da língua francesa nos campi da Rede Federal.

Essa é a segunda vez que o IFMA tem um plano de trabalho selecionado para o programa do Conif. Além do IFMA, foram contemplados os institutos federais do Amapá (IFAP), do Amazonas (IFAM), do Rio Grande do Norte (IFRN), do Piauí (IFPI), do Espírito Santo (IFES), do Rio de Janeiro (IFRJ), do Paranã (IFPR), de Santa Catarina (IFSC) e Sul-rio-grandense (IFSul).

As atividades no Brasil terão duração de nove meses, devendo ser cumpridas entre setembro de 2016 e junho de 2017, com carga horária semanal de 12 horas de aula e outras 6 horas extraclasse. As instituições brasileiras vão arcar com o pagamento de auxílio mensal aos estagiários. O valor da bolsa poderá ser de R$ 2 mil ou R$ 2.500. A Embaixada da França ficará responsável pela compra dos bilhetes aéreos e pelo pagamento do seguro-saúde.

Fruto de parceria com a Embaixada da França, o programa faz parte do conjunto de iniciativas do Conif para consolidar a internacionalização das instituições da Rede Federal. A proposta é estimular e fomentar ações de cooperação que fortaleçam o ensino de idiomas e o intercâmbio cultural envolvendo as instituições brasileiras e os liceus franceses.

Fim do conteúdo da página